Caminhos de Santiago

Este caminho da orla marítima, partindo do Porto e passando pelos atuais concelhos de Matosinhos, Maia, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Esposende, Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Valença, ganhou relevância durante a Idade Moderna e, sobretudo, a partir do século XVIII, sendo utilizado pelas populações costeiras e pelos que desembarcavam nos portos marítimos. Nesse período foi um dos eixos mais importantes para alcançar Santiago de Compostela."

Quando se aborda o Caminho Português de Santiago não se pode falar, com rigor, de um único trajeto. Sendo certo que os peregrinos usavam a rede viária disponível, ao longo dos tempos as escolhas das vias de peregrinação multiplicaram-se, acomodando o gradual aumento de opções que foram sendo disponibilizadas. Neste contexto, o Caminho Português da Costa assume-se como uma derivação do Caminho Português Central, como uma alternativa de ligação à Galiza. Usando este caminho e a partir do território português era possível alcançar a Galiza através da travessia do Rio Minho, quer ela fosse feita ligando Caminha a A Guarda, Vila Nova de Cerveira a Goián, ou Valença a Tui.

(Fonte externa:http://www.cm-viana-castelo.pt)

 

https://www.portugalplease.com/uploads/imagens/mapa_csantiago.png